Portal do Governo Brasileiro

Estudantes do CT estão entre melhores trabalhos apresentados na JAI 2017

A Pró-Reitoria de Graduação e Pesquisa divulgou a lista dos 40 melhores trabalhos apresentados na 32ª Jornada Acadêmica Integrada, realizada em outubro de 2017. As apresentações premiadas receberam nota máxima pelos avaliadores e foram submetidas à nova seleção pelas Unidades de Ensino dos cursos dos alunos, onde foram novamente escolhidas entre as melhores.

Além dos certificados, os estudantes terão a oportunidade de representar a UFSM na Jornada Nacional de Iniciação Científica, evento da Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, que vai acontecer entre os dias 22 e 28 de julho, em Maceió (AL). Cinco trabalhos desenvolvidos por estudantes do CT apareceram na lista.

 

 

Confira quais foram:

“Compostagem De Resíduos Orgânicos: Ação Complementar À Coleta Seletiva Solidária UFSM”, apresentado por Andreli Lopes Piccoli e Ana Elisa Souza; orientado por Marta Tocchetto.

O objetivo do trabalho foi gerenciar adequadamente os resíduos orgânicos gerados na UFSM, evitando o envio de resíduos orgânicos para aterros, reduzindo o descarte de resíduos orgânicos nos contêineres, compostando os resíduos orgânicos gerados na instituição e utilizando o composto gerado em jardins e pomares.

Foram identificados 14 pontos geradores e a eles foram entregues baldes plásticos com capacidade de 20 L para o acondicionamento dos resíduos. A frequência da coleta era diária, os baldes cheios eram substituídos por vazios e limpos de segunda a sexta feira. A higienização contou com o apoio do setor de lavagem de veículos da UFSM. O tempo de preparo do composto é de três meses e ele é usado pelo setor de Fruticultura da universidade.

Para Ana Elisa e Andreli Piccoli, acadêmicas do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental, a iniciativa do trabalho foi essencial para sua boa avaliação: “É algo que a universidade precisa. Os resíduos orgânicos estão sendo misturados com os recicláveis, e isso não pode acontecer, não é correto. Esse reconhecimento foi uma alegria para nós, principalmente por ser algo que vale a pena, e que foi feito com muita satisfação”.

Andreli ainda comentou sobre a oportunidade de representar a UFSM nacionalmente: “A expectativa é muito grande, é uma chance de levar nosso trabalho para mais pessoas, de outras realidades e opiniões. Vai ser uma ótima experiência”

20171027_144741.jpg

Da esquerda para a direita: Ana Elisa Souza, Marta Tocchetto e Andreli Lopes Piccoli.

 

15025663_1256271987772494_4365257635685553347_o.jpg16266157_1352016178198074_8775119864417933101_n.jpg

 

“Desenvolvimento De Um Aparelho De Detecção E Registro De Crises Convulsivas Espontâneas Em Camundongos”, apresentado por Everson Feltrin e orientado por Carlos Fernando De Mello.

O objetivo do trabalho foi desenvolver um aparelho que auxilie o pesquisador a detectar e registrar crises convulsivas espontâneas em camundongos. Atualmente, esse processo demanda um longo período de tempo para que sejam coletadas as imagens em vídeo e, posteriormente, para que o pesquisador observe as gravações e analise se ocorreu ou não uma crise convulsiva, o que torna o processo lento e passível a falhas. Com o desenvolvimento do aparelho, esse processo será otimizado, sendo que o sistema é sensível a movimentação, permitindo a coleta e armazenamento de dados para que, através de uma plataforma digital, o pesquisador possa realizar essa análise com ganho de tempo e maior eficiência.

O acadêmico do curso de Sistemas de Informação, Everson Feltrin, falou sobre o diferencial do trabalho apresentado: “Acredito que o projeto se destaque devido a sua capacidade enquanto inovação tecnológica, por buscar otimizar um procedimento que atualmente consome tempo e desgasta fisicamente o pesquisador envolvido, apresentando uma alternativa que otimize esse processo e permitindo que o cientista consiga resultados em uma escala de tempo menor, o que pode ocasionar um avanço considerável em sua pesquisa. Vale destacar que não encontramos nenhuma solução semelhante com tecnologia nacional e com baixo custo.”

Everson ainda comentou sobre a oportunidade de participar da Jornada Nacional de Iniciação Cientifica: “Minhas expectativas são as melhores possíveis. Estou animado em poder representar a UFSM em um encontro onde estarão pessoas com alto grau de conhecimento nas mais variadas áreas, possibilitando aumentar minha rede de contatos. Minha afinidade maior enquanto estudante de TI é com o mercado de trabalho, esta experiência me aproxima da área de pesquisa, aumentando as possibilidades a serem exploradas no futuro”.

2B.jpg

 

“Phenoglad Mobile: Um Aplicativo Para Simulação Da Fenologia Em Gladíolo”, apresentado por Lucas Ferreira Da Silva e orientado por Nereu Augusto Streck.

O trabalho apresenta o aplicativo “PhenoGlad Mobile”, uma ferramenta gratuita, independente de conexão com a internet e de fácil utilização para o cenário da floricultura do estado do RS, propiciando para o produtor a realização de um bom planejamento para o cultivo do gladíolo (flor popularmente conhecida como Palma-de-Santa-Rita).

Com a utilização do aplicativo, tanto por produtores quanto por extensionistas, é possível reduzir possíveis prejuízos causados pelas intempéries do clima, bem como melhorar significativamente a qualidade das hastes florais que serão comercializadas posteriormente. O aplicativo simula todo o processo de desenvolvimento da planta, informando os dias que ocorrerão cada estágio, fornece recomendações de manejo e apresenta alertas indicando que há uma possibilidade de danos por temperatura na flor.

Para Lucas da Silva, acadêmico de Ciência da Computação, o projeto se destaca pelo público que visa atender: “Desde o início do processo de desenvolvimento da ferramenta, pensou-se em alcançar principalmente os produtores que, muitas vezes, não conseguem acesso a esse tipo de informação técnica que o aplicativo proporciona, seja pela dificuldade de conexão com a internet ou pela falta de recursos. Outro ponto interessante do projeto é a grande multidisciplinaridade da equipe, que conta com alunos de graduação, pós graduação, professores e apoiadores de diversas áreas de conhecimento, o que torna a forma de trabalhar e pensar em grupo diferenciada”.

Lucas considera a Jornada Nacional de Iniciação Científica como “uma grande oportunidade de mostrar o potencial dos vários trabalhos desenvolvidas na UFSM, além de poder prestigiar e aprender com os demais projetos que serão apresentados no evento. Será uma ótima ocasião para expandir o impacto da iniciativa desenvolvida no meu grupo de pesquisa, pois espero que esse trabalho possa motivar outros estudantes e pesquisadores a desenvolver trabalhos que não fiquem apenas no papel mas que tragam alguma contribuição social e/ou científica consigo, seja ela a longo ou curto prazo”.

C1.jpeg

C.jpg

 

Estão também na lista os trabalhos “Determinação De Flúor Em Alimentos Utilizando A Espectrometria De Absorção Molecular De Fonte Contínua De Alta Resolução Usando Forno De Grafite (HR-CS-GF MAS)”, apresentado por Henrique Azevedo Rech (Acadêmico de Engenharia Química) e orientado por Rochele Sogari Picoloto e “Geoferramentas Para Gestão De Recursos Hídricos Utilizando O Sig Livre Qgis”, apresentado por Ingrid Petry (Acadêmica de Engenharia Sanitária e Ambiental) e orientado por Daniel Gustavo Allasia Piccilli. Entramos em contato com os autores porém não obtivemos resposta até o fechamento desta matéria.

 

A Cerimônia de Entrega dos Certificados, que aconteceria nesta quarta-feira (14) foi transferida para o dia 22 de março, às 14h30min, no Anfiteatro do prédio 74C.

Para mais informações, acesse o site da Pró-Reitoria de Graduação e Pesquisa.

 

Texto por Lucas Gutierres, acadêmico de Jornalismo. - Núcleo de Divulgação Institucional do CT/UFSM.