Portal do Governo Brasileiro

Lançado aplicativo que aponta em tempo real a localização do Intracampus

29340123_1809394672693896_8176559942542115950_n.jpgFoi lançado oficialmente na última terça-feira (27) o aplicativo BUFSM, que permite consultar em tempo real a localização do ônibus intracampus da Universidade, além de seus horários de saída, paradas e itinerário, a partir de um computador ou de celulares Android e iOS. O projeto não possui fins lucrativos e foi encabeçado por estudantes do Centro de Tecnologia e desenvolvido em parceria com diversos colaboradores e empresas.

O projeto foi viabilizado através de conhecimentos adquiridos em disciplinas do curso de Engenharia de Computação e uma rede de contatos entre os estudantes. Durante seu intercâmbio, Matheus Dal Mago teve contato com um sistema semelhante na universidade de Stony Brook (Estados Unidos), chamado SBU Smart Transit. Após seu retorno, Fabricio Bottega e Matheus Rabuske utilizaram o conceito que o amigo apresentou para modelar uma aplicação para celular. O projeto parou por um tempo, sendo reavivado posteriormente com a ajuda de Josias Marcos Orlando e Matheus Piotroski Neis, que já havia desenvolvido um trabalho referente a monitoramento da localização de ônibus em tempo real. Juntaram-se também ao grupo Iury Cleveston, pelo seu conhecimento em programação Web, e Naiara Cristina Mendes (estudante de Engenharia Sanitária e Ambiental) pelo seu conhecimento em modelagem 3D. Após algumas reuniões, o primeiro protótipo foi idealizado. Em meados de 2017, o grupo ficou sabendo que o professor do Departamento de Eletrônica e Computação, Marcelo Zanetti, já havia registrado um projeto semelhante, e a partir daí foi selada uma parceria. Os alunos da Engenharia de Telecomunicações passaram a desenvolver sensores para aprimorar a usabilidade do sistema.

Os desenvolvedores do aplicativo acreditam que a nova tecnologia pode trazer grandes benefícios aos estudantes da UFSM, permitindo que eles tenham mais tranquilidade para realizar suas tarefas sabendo os horários e localização exata do “businho”. Além disso, o projeto tem o objetivo de “disseminar a tecnologia e incentivar novos desenvolvedores a colaborar com o projeto adicionando novas funções, que se estendem em um leque imenso de possibilidades; podendo impactar ainda mais os usuários e até mesmo a administradora da frota, com informações que melhoram o serviço e diminuem o custo”, afirmaram eles.

Na parte técnica, o grupo explicou como foi possível tirar o projeto do papel: “Iniciamos utilizando um módulo GSM para comunicação via celular, um GPS para localização do ônibus e um microcontrolador para receber a programação e controlar todos os dispositivos. Para fazer o encapsulamento e melhorar o design externo do dispositivo, foi modelada uma caixa em formato exclusivo e impressa em 3D. A parte Web necessitou apenas dos serviços fornecidos pelo GitHub para hospedagem do site. Após algumas reuniões do grupo e conversas com o professor Carlos Henrique Barriquello (Departamento de Eletrônica e Computação), chegou-se a possibilidade de utilizar uma nova tecnologia de comunicação chamada LoRa, que não produz custos recorrentes, por conta da infraestrutura ser própria, e consome bem menos energia. Ninguém do grupo sabia utilizá-la ainda, até que o aluno Matheus Neis propôs fazer seu TCC voltado a essa tecnologia, utilizando o BUFSM como estudo de caso”.

Também apoiaram o projeto o Grupo de Estudos em Mobilidade (GeMob) e as startups Solve IoT Solutions, a CowMED e a Stallo – que forneceu a impressão 3D da caixa em formato de ônibus. A localização do “businho” pode ser acessada a partir do navegador de um computador ou de um celular Andoid ou iOS. Para utilizá-lo como aplicativo é só adicionar o link “https://bufsm.github.io” à tela inicial do seu celular. Confira mais na página do Facebook do grupo.

 

Texto por Lucas Gutierres, acadêmico de Jornalismo. - Núcleo de Divulgação Institucional do CT/UFSM.