Portal do Governo Brasileiro

Convênio entre Exército e UFSM contemplará alunos com estágio acadêmico

Com o objetivo de possibilitar a realização de estágios dos acadêmicos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) dentro dos quartéis da cidade, foi assinado, em 26 de março, um Convênio de Concessão de Estágio entre o Comando Militar do Sul, com sede em Porto Alegre, a UFSM e a 3ª Divisão do Exército (3ª DE), “Divisão Encouraçada”.

O Convênio foi firmado pelo Comandante da 3ª DE, General de Divisão Marcos Antonio Amaro dos Santos, e pelo Reitor da UFSM, Professor Paulo Afonso Burmann. “A assinatura desse convênio significa um grande marco para nós e, em pouco tempo, nossos alunos terão oportunidade de conviver com militares e os militares cada vez mais convivendo dentro de nossa Universidade, e com essa aproximação conseguiremos grandes resultados”, afirmou o Professor Luciano Schuch, Vice-Reitor da UFSM.

Também participaram da solenidade o Comandante da 6ª Brigada de Infantaria Blindada (6ª Bda Inf Bld), General de Brigada Giovany Carrião Freitas, o Vice-Reitor da UFSM, Professor Luciano Schuch, Pró-Reitores e Coordenadores da Universidade e oficiais do Estado-Maior da 3ª DE e da 6ª Bda Inf Bld.

 

O Convênio

O Convênio de Concessão de Estágio tem por finalidade proporcionar a realização de estágios de caráter não militar em todas as organizações militares sediadas em Santa Maria (exceto na área da saúde), a alunos regularmente matriculados na UFSM e que estejam frequentando efetivamente os seus cursos técnicos, tecnológicos e superior.

Com esse instrumento de parceria, está sendo criado uma oportunidade ímpar de aproximação entre o meio acadêmico e o Exército Brasileiro, na qual os alunos e professores poderão conhecer a rotina dos quartéis, bem como, os militares terão a possibilidade de interagir com alunos e professores.

Fruto dessa sinergia, e com base nesse relacionamento, busca-se o intercâmbio de informações técnicas, atividades de pesquisa e desenvolvimento científico-tecnológico, pesquisas básicas e aplicadas, uso compartilhado de laboratórios, capacitação e treinamento de recursos humanos, implantação e realização de cursos e estudos, prestação de serviços especializados e eventos considerados de interesse comum.

Em uma segunda etapa, espera-se fomentar a criação de projetos voltados para o desenvolvimento de Produtos de Defesa e/ou de conhecimentos e ferramentas tecnológicas que contribuam para a racionalização, economicidade e efetividade do preparo e emprego da Força Terrestre, bem como dos processos nas atividades-meio e fim do Exército Brasileiro.

 

Execução do Convênio

Todos os alunos da UFSM interessados, com exceção dos integrantes das áreas de saúde, que já são contemplados com um convênio específico, poderão participar. Da mesma forma, todas as organizações militares de Santa Maria estarão em condições de receber os alunos.

A execução do processo visando à realização dos estágios será regulada internamente na UFSM pelos coordenadores de estágios de cada curso e, no Exército, pela Assessoria de Relações Institucionais e Estudos Estratégicos da 3ª DE, a qual ligar-se-á com as organizações militares.

 

O Exército e a UFSM

Nos últimos anos, a aproximação do Exército Brasileiro com o meio acadêmico tem-se intensificado em Santa Maria. Como exemplo, podemos destacar o desenvolvimento de Projetos realizados na UFSM, tais como o ASTROS 2020 (Projeto Estratégico do Exército Brasileiro) e o Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático do Leopard (DSET), além da realização de cursos profissionalizantes e trabalhos de pesquisa em organizações militares.

Em maio de 2016, em decorrência da premente necessidade de um canal que estivesse mais próximo das demandas existentes, a 3ª DE criou a Assessoria de Relações Institucionais e Estudos Estratégicos, chefiada pelo Coronel André Portela Batista, a qual passou a responder pelas seguintes atribuições: promover o fortalecimento, cooperação e interação com estabelecimentos de ensino, instituições e órgãos governamentais e não governamentais; fomentar o desenvolvimento da cultura de defesa na sociedade brasileira; contribuir para o desenvolvimento regional, colaborando com a Agência de Desenvolvimento de Santa Maria e o Arranjo Produtivo Local Polo de Defesa e Segurança de Santa Maria; e estimular e contribuir  com o crescimento pessoal e profissional dos militares e servidores civis, bem como contribuir para a empregabilidade após o término do tempo de serviço.

 

Pioneirismo e Integração

Mais do que a assinatura de um convênio, o evento celebrou um momento especial, no qual, duas grandes instituições brasileiras aproximam-se com objetivos mútuos de crescimento individual e coletivo, em que o maior beneficiado será a Sociedade. Na atual conjuntura de nosso País, cada vez mais é necessário a realização de ações como essa, repleta de Pioneirismo e Patriotismo.