Portal do Governo Brasileiro

Incubadora Tecnológica de Santa Maria passa a integrar a estrutura da Agittec

Por meio de decisão tomada pelo Conselho Universitário na última sexta-feira (29), a Incubadora Tecnológica de Santa Maria (ITSM) passou a integrar a estrutura da Agência de Inovação e Transferência de Tecnologia (Agittec). Idealizada pela professora Nilza Luiza Venturini Zampieri, a ITSM foi instituída através da portaria Nº 025 de 1999, com a missão de apoiar novos empreendedores e transformar ideias em negócios, contribuindo para a formação de uma mentalidade empresarial inovadora na região central do Rio Grande do Sul. Juntamente com a Incubadora de Caxias do Sul (criada no mesmo ano), a ITSM foi uma das primeiras iniciativas do gênero implantadas no Rio Grande do Sul.

O processo de criação da ITSM e a aposta em parcerias com a Prefeitura e a Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism) iniciou-se em 1994, sendo uma das primeiras ações a envolver os atores da tríplice hélice (universidade, empresas e poder público) em Santa Maria.

Contando atualmente com 16 empresas residentes, as áreas preferenciais de atuação da incubadora são as seguintes: tecnologia da informação e comunicação, agrotecnologia, eletrônica, design, agronegócio e ambiente. Os empreendimentos devem ter como principal insumo o conhecimento, e têm de ser inovadores, não prejudicar o meio ambiente e demonstrar, através de seu plano de negócios, viabilidade técnica e econômica.

A integração da ITSM com a Agittec não afetará a estrutura de suas atividades, que sempre tiveram comprometimento com a inovação tecnológica a serviço do mercado, visando ao sucesso das suas empresas e à sua viabilidade técnica e econômica. Isso também vai possibilitar uma parceria com a Pulsar, a outra incubadora vinculada à Agittec. A aproximação entre os empreendedores das duas incubadoras será mais efetivo, facilitando o networking e a troca de experiências.

Outras informações sobre a ITSM constam na página www.itsm.ufsm.br.

 

Texto originalmente publicado no site da UFSM.